Categoria

Bahia

Categoria
Jequié – BA
Cachoeira do Humaitá
Cachoeira do Humaitá

Para que ainda não conhece, Jequié fica localizada na região sudoeste da Bahia, e é uma cidade mais central por ali. Eu falo um pouco mais da cidade nesse post aqui, e você também pode checar outros roteiros que eu já fiz por lá. Aquela é uma região que tem muitas cachoeiras, e a Cachoeira do Humaitá é a mais próxima da cidade e de fácil acesso, o carro chega bem perto, em frente a cachoeira já. 

Então é um lugar maravilhoso para passar o dia, tirar um descanso e se refrescar. Por outro lado, acaba sendo um lugar que as pessoas vão bastante. 

Tem gente que faz churrasco lá, e tem também quem vandalize o local. Escrevendo nas pedras, jogando lixo… Dessa vez que eu acabei flagrando até um cara lavando uma moto por lá, o jeito é rir para não chorar. Seja educado e NÃO destrua a natureza.

Eu estive na Cachoeira do Humaitá em 2018, fiz a trilha da pedra santa e também visitei a cachoeira nesse post aqui, além desse vídeo no YouTube!

Como chegar Cachoeira do Humaitá

Eu e Nina na estrada

Saindo de Jequié até a cachoeira são 22 km, da cidade até a entrada dá 7 km e o restante é estrada de terra. Fomos eu a Nina Dog e um amigo nosso, saímos depois do almoço. Fizemos o trajeto em 1h, com bastante calma. 

Recomendo que seja em média esse tempo, pois a estrada tem muitas subidas e é mais seguro ir devagar, vimos até um carro tombado no caminho. Além de algumas casas de moradores locais e muitas vacas.

Nina na Cachoeira do Humaitá
Nina na cachoeira

A cachoeira fica ainda mais bonita quando chove, se você tiver a oportunidade de ver ela vai ficar mais bela até para fotografia. Além disso, é um bom lugar para levar a família, fazer um bom piquenique (sem poluir o lugar), e fazer ensaios fotográficos.

Saiba como tirar fotos maravilhosas de viagem para bombar o seu Instagram!

Nina curtindo a Cachoeira do Humaitá
Nina curtindo a Cachoeira do Humaitá

Inclusive, eu fui para lá fazer o ensaio fotográfico de trilheira da Nina! Aliás, algo que se deve levar em conta é que lá no lugar não chega sinal de celular. Além disso, não tem comércio muito perto. Então a dica é levar um lanchinho mesmo, e água, não esqueça de se hidratar!

Pôr do Sol na Estrada
Pôr do Sol

Logo depois, quando a tarde já estava quase acabando, por volta de umas 17 horas, foi que nós saímos de lá. Então no caminho de volta eu aproveitei para fazer alguns cliques da estrada e, claro, do pôr do sol lindo que nós recebemos de presente.

PRESERVE A NATUREZA RECOLHA SEMPRE SEU LIXO!

Arraial D’ Ajuda – BA
PRAIA DE TAÍPE NA BAHIA

Anteriormente eu conheci a Praia de Taípe quando fiz a Costa do Descobrimento, fui caminhando pela praia de Mucugê, em Arraial d’Ajuda – BA até Taípe em apenas um dia. Dessa forma, em fevereiro tem um post que eu falo sobre essa praia, estava com meu filho, nós fizemos cinco praias em um dia. No entanto, como o lugar era muito distante e a maré estava subindo não ficamos por muito tempo.

PRAIA DE TAÍPE

Assim, dessa vez eu optei por ir de carro, saindo de onde estou hospedada (Pousada Vila Aconchego) até lá, são 35,6 km e a viagem dura 1h28 min, seguindo pela orla na BR-367 até a balsa de Arraial d’Ajuda, onde embarcamos e seguimos pela BA-986.

Então para achar o melhor horário para fotografar e curtir melhor a praia, eu consultei a tábua de marés. Lá na praia tem um estacionamento onde cobram R$ 10, mas eu preferi deixar o carro um pouco mais longe e ir caminhando. Aliás esta é uma opção mais distante, porém mais econômica. 

APRENDA DE UMA VEZ A USAR A TÁBUA DE MARÉS

BETH E NINA DOG NA PRAIA DE TAÍPE

Uma vez que é mais afastada, a praia acaba sendo mais deserta, bom para aproveitar e fazer fotos da paisagem, águas claras, azuis-esverdeadas e algumas ondas que vão e vem sobre as areias douradas, com algumas pedras pela praia e uma ótima vista para as falésias.

praia de taípe aves, areia e mar

3 maneiras para chegar na praia de Taípe

Saindo de Arraial d Ajuda 

  1. Pela praia caminhando, saindo da praia de Mucugê até Taípe (em média 40 minutos a 1 hora).
  2. Por fora pela BA-986, em média 30 minutos.
  3. O acesso mais fácil à Praia de Taípe é de carro, pela Estrada de Trancoso 14 km, onde a pista é toda de terra, pela mesma pista é possível também chegar de quadriciclo ou moto táxi.

Para mais dicas de viagens e roteiros, siga o Instagram!

Jequié – BA
Entrada Restaurante Pesque e Pague Tangará

Localizada no sudoeste da Bahia, a 365 km de Salvador – BA, a cidade de Jequié, também é conhecida como Cidade Sol. Seja como for, faz valer o seu apelido apresentando um clima quente. Pois o município é cercado por montes e é uma divisa entre a Caatinga e a Mata Atlântica. Por isso, uma ótima e refrescante opção de lazer na cidade é o Restaurante Pesque e Pague Tangará, aqui está a página do facebook.

Ele funciona todos os dias e costuma receber um público mais seleto. O sítio foi inaugurado em 2015 e conta com um ambiente organizado e bem trabalhado no paisagismo, cuja área verde realça a beleza do lugar. 

Aliado ao visual, no local há uma infraestrutura própria para receber e entreter os visitantes por algum tempo. Já que dá para contar com lago, quiosques, piscina, espaço para as crianças correrem e se divertirem, campinho de futebol, pedalinhos.

Playground Restaurante Pesque e Pague Tangará

Assim como ambiente para reuniões, confraternizações e eventos, e o aluguel de um espaço para ensaios fotográficos; oferecendo também serviços de translado.

Prato Restaurante Pesque e Pague Tangará

Um ponto digno de comentário é a culinária. Os pratos servidos ali apresentam requinte e diversidade se tratando de peixes e frutos do mar. De fato acaba sendo uma referência no assunto e um dos lugares mais completos da região. De forma que oferecem camarão, lagosta, moquecas, drinks e entre outras delícias, todas essas delicias são orgânicas que fazem valer o cada centavo investido.

Beth Restaurante Pesque e Pague Tangará
Restaurante Pesque e Pague Tangará

Como Chegar ao Restaurante Pesque e Pague Tangará

O Pesque e Pague Tangará se situa na Estrada da Fazenda Velha – Km 04, na entrada da Barragem da Pedra. Entretanto, o seu acesso não é difícil, saindo do centro e seguindo pela Avenida Octavio Mangabeira até a BR-116, de onde seguimos até a BA-891, o trajeto dura cerca 10 min.

Jequié – BA

Saímos do centro de Jequié de madrugada, por volta de 3h da manhã, e fomos a convite na casa de uma pessoa para irmos assistir ao nascer do sol na Pedra Santa. Porém acabou acontecendo um imprevisto, então eu, um amigo que é fotógrafo e a Nina, optamos por fazer esse percurso sozinhos. Inclusive é um roteiro que eu já fiz, mas foi num fim de tarde e o dia estava meio nublado, você pode conferir nesse post aqui.

Do centro de Jequié até o início da trilha da em média 15km.

Dicas: O que levar?

É muito importante levar os equipamentos adequados para o trajeto, então aqui vão algumas dicas. A primeira é levar lanterna previamente carregada, com pilhas extras se for o caso. Aliás, lembre-se de carregar o celular antes de sair de casa.

Para vestir, é importante usar roupas leves, que não atrapalham a mobilidade e deixam o corpo transpirar, então evite jeans e opte por calças ou bermudas de tactel, roupas de ginástica, etc. Já para os pés, jamais vá de chinelos. Além de poder escorregar e causar acidentes, sapatos abertos deixam os pés desprotegidos no caso de haver algum animal pela trilha.

E por falar nisso, lembre-se sempre de levar um kit básico de primeiros socorros e procurar saber onde fica o hospital mais próximo para caso de acidentes, a probabilidade de acontecer esse tipo de coisas não é lá muito grande, mas é bom se precaver.

Trilha da Pedra Santa

A trilha tem uma extensão de 2,1 km, sendo que o ponto de elevação máxima se encontra a 493 m acima do nível do mar, enquanto o de elevação mínima se encontra a 198 m, totalizando 295m de subida, a trilha é um pouco escorregadia. Essa pode ser classificada com trekking, caso você ainda não saiba a diferença, tem um post aqui no blog sobre como diferenciar.

Dessa vez fomos de madrugada para ver o nascer do sol no primeiro ponto, já estávamos equipados com lanterna. Começamos a subir por volta das 3h40, fomos parando até chegar ao primeiro ponto, levamos entre 40 min e 1h. Lá paramos um pouco, fizemos algumas imagens e vimos o nascer do sol. 

De lá dá para avistar não só a trilha da Pedra Santa como a Barragem de Pedra, que fica no Rio de Contas. O rio nasce na Chapada Diamantina, com cerca de 500 km de extensão e deságua em Itacaré, sendo um dos cinco rios mais importantes na Bahia. É muito bonito de ver quando as comportas da barragem estão abertas.

A princípio estávamos sozinhos, mais tarde chegou um grupo também fazendo o trajeto. Depois nós fomos para o segundo ponto, geralmente os visitantes vão apenas até o primeiro, já que o ponto mais alto tem um pouquinho mais de dificuldade na subida, mas não é nada muito extremo. 

Beth Pedra Santa e Barragem de Pedra

Chegamos lá em 10 ou 15 min, ficamos mais um pouco e depois descemos num ritmo mais suave, enquanto fotografávamos o trajeto de volta. Chegamos ao fim por volta das 10h, é um roteiro que precisa ser bem programado quanto aos horários para não pegar muito sol.

Beth Pedra Santa e Barragem de Pedra
Atenção: 

Quando planejamos um roteiro em meio a um ambiente natural, devemos nos lembrar de que o lugar é nosso não apenas para desfrutar. Mas também para cuidar. Então lembre-se de não vandalizar os lugares riscando as pedras, levar sacolas e recolher o seu lixo, e se alguém estiver dando o mau exemplo de deixar o lixo para trás, sempre podemos oferecer o contraponto e dar o bom exemplo de recolher também aquele lixo. Afinal, os prejudicados somos nós mesmos. 

Beth e Nina Dog Pedra Santa
http://novo.viagemcombeth.com/2020/01/10-dicas-para-trilheiros-iniciantes/

PRESERVE A NATUREZA, RECOLHA SEMPRE SEU LIXO!

Santa Cruz de Cabrália

Retornando a praia Arakakai, que fica localizada no centro de Cabrália – BA. Já que eu estive por aqui em fevereiro desse ano, quando fiz aquela viagem maravilhosa pela Costa do Descobrimento.

Aliás, você pode maratonar a série de posts aqui no blog, risos. Uma vez que estou na região fazendo um trabalho, resolvi vir um dia para matar a saudades desse lugar lindo.

E, dessa maneira, só ficar curtindo e fotografando a praia de Arakakaí. E novamente a convite da Pousada Vila Aconchego, e fica uns 15 minutos de carro até a praia.

Praia tranquila, tem bares, restaurantes, pousadas na cidade caso deseje se estender e conhecer melhor a região com calma. 

Nina Dog e Beth na praia de Arakakai

A praia de Arakakai é um lugar belíssimo, com areia dourada onde cresce uma vegetação típica pesquisar vegetação de praia, com alguns bares e barracas de praia. As águas são de um azul esverdeado, chegando a ser mais transparentes em alguns pontos, com ondas fortes que atraem surfistas.

Na maré baixa se formam algumas piscinas naturais, e os inúmeros recifes ficam visíveis, fazendo uma vista espetacular. Mas é importante ter muito cuidado na maré alta, não dá para ver os recifes e existe o risco de acontecer algum acidente ao tomar banho próximo a eles, o ideal é ir durante a maré baixa mesmo.

Apesar de ter algumas pedras, a paisagem é fantástica e vale muito a pena conferir.

PRESERVE A NATUREZA, RECOLHA SEMPRE SEU LIXO!

O Roteiro das Três Ilhas é mais uma opção bacana para quem está nas redondezas de Santa Cruz de Cabrália – BA. Ele ocupa parte da manhã e acaba no finzinho da tarde.

Eu e a Nina estamos hospedadas na Pousada Vila Aconchego, em Coroa Vermelha. Então saímos de lá e fomos até a Associação Naval de Santa Cruz de Cabrália.

A Associação fica localizada em Cabrália, no fim de onde sai a balsa para Santo André. Da pousada até o local de carro demora em torno de 15 minutos.

7 DICAS PARA VIAJAR MUITO BARATO PELO BRASIL

O passeio de barco é dividido em algumas etapas, contando com mergulho em Coroa Alta, almoço em Santo André e visita à Ilha do Sol. Dessa forma, o bilhete é comprado na Associação e custa R$ 75 por pessoa, além da taxa de embarque de R$ 5. 

Seu dog é bem-vindo neste roteiro, ele pode te acompanhar! Desde que você assine um termo de responsabilidade e o entregue quando entrar na embarcação. Então o cão pode descer com você no mergulho em Coroa Alta. Nina amou esse passeio e também entrou na água.

VOCÊ SABE USAR A TÁBUA DE MARÉS?

Mergulho em Coroa Alta (Santa Cruz de Cabrália) + Almoço em Santo André

A saída é as 10h30 do Porto, sendo que a viagem dura cerca de 6h no total, terminando por volta das 16h30, 17h. Desse modo, a primeira parada é em Coroa Alta, onde ficamos por volta de 1h para fazer o mergulho. 

Não levou equipamentos?

Caso você não tenha o equipamento necessário, não precisa se preocupar. Pois ainda na fila para a compra do ingresso, alguns vendedores passam oferecendo o aluguel dos apetrechos. Cada item é alugado por R$ 10,00, como máscaras de mergulho, croques.

Além disso, no local do mergulho tem pessoas que filmam e fotografam caso esteja sem equipamentos e queira levar uma lembrança. Retornamos para o barco Logo e seguimos para Santo André, onde há uma parada de uma hora para o almoço no restaurante Pimenta Rosa.

Ilha do Sol

Banho de Lama + Doces Caseiros e muita animação

A última parada da nossa pequena viagem é na famosa Ilha do Sol. Um complexo de lazer que funciona a partir das 8h30, de domingo a domingo. De tal forma que recebe visitação de turistas de cerca de mil turistas diariamente. 

Paraíso dos doces

O grande destaque da também chamada Ilha dos Doces, ou Paraíso dos Doces, são as cocadas produzidas por ali. Bem como o famoso “viagra baiano”, um doce que conta com amendoim, guaraná, catuaba e coco. Ademais dos citados, há uma variedade enorme de doces caseiros. São mais de 100 tipos para escolher, e por vezes são promovidas degustações de licores e doces. É impossível sair de lá sem levar alguma cocada, pois realmente são as melhores que já experimentei.

História

Diz a lenda…

Uma lenda local conta que uma senhora fabricava doces numa ilha e diariamente viajava até a parte mais central da cidade para vendê-los. Conforme o aumento na demanda, a prefeitura do lugar prometeu levar os clientes até a ilha, transformando-a em um ponto turístico local.

Contudo, na verdade, a Ilha do Sol pertence a Dorival dos Reis, filho de Ivone dos Reis, a primeira doceira do lugar. Dessa forma, ele conta que há algumas décadas o seu avô comprou a Ilha Paraíso. Foi lá que nos anos 80, o seu pai, Dermeval, abriu um restaurante de frutos do mar que fomentou o turismo na época. A fim de servir a sobremesa, Dorival e sua mãe produziam doces. 

Beth no Banco, placa bem vindo a ilha do sol. SANTA CRUZ DE CABRÁLIA

Uma vez que os clientes eram majoritariamente turistas, os guias passaram a cobrar 10% dos lucros do restaurante. Assim, Dermeval se desagradou de tal cobrança, fechou o restaurante e decidiu focar na produção de doces, que era mais lucrativo. Em 2003 ele vendeu a ilha e comprou a Ilha do Sol, a 6 km de distância, onde construiu essa infraestrutura que existe até hoje.

Cantinho do baiano, licores. ilha do sol. SANTA CRUZ DE CABRÁLIA

O casarão onde são vendidos os doces possui com 210 metros quadrados. Ademais tem na ilha algumas barraquinhas, onde se pode encontrar algumas bebidas típicas da região e artesanatos. 

Beth e Nina Dog ilha do sol. SANTA CRUZ DE CABRÁLIA

Na ilha tem muitos lugares estratégicos para fazer fotos, música e muita animação. Além disso, tem o famoso banho de lama no mangue, o ideal é que a maré esteja baixa. Ou então haverá um pouco de água acima da lama. 

Banho de lama na ilha do sol SANTA CRUZ DE CABRÁLIA

Você é orientado e guiado desde a chegada até terminar o banho de lama e apresentações.

CONTATO Pousada Vila Aconchego

CONTATO Ilha do Sol

Além do Roteiro das Três Ilhas em Santa Cruz de Cabrália, você também pode aproveitar:

BELMONTE À CANAVIEIRAS

Navegando em um Paraíso Natural

Prefeitura de Canavieiras
PREFEITURA CANAVIEIRAS

Para comemorar o meu aniversário este ano em Canavieiras, eu e a Nina saímos de Arraial d’Ajuda até Santo André no sábado 26/10, distância cerca de 40 km. Assim, dormimos em Santo André para sair bem cedinho, fui com uma amiga que mora na região, a Cintia, para irmos nós três para o passeio de barco

BETH E CÍNTIA (AMIGA) em canavieiras BA
EU E CÍNTIA (AMIGA)

Pela manhã, saímos de carro com destino a Belmonte, cuja distância é aproximadamente 45 km, levamos 50 min até lá. Mas deixamos tudo previamente combinado com o barqueiro Miguel, que faz este passeio exclusivamente. Uma vez que a travessia precisa ser feita com a maré baixa, importante sempre olhar a tábua de maré, o passeio precisava começar até no máximo as 9h30.

Conhecendo Centro Histórico de Canavieiras

Centro Histórico de Canavieiras
CENTRO HISTÓRICO

Você pode acertar o passeio da maneira que preferir com o Miguel realizando paradas na ida ou na volta, eu preferi fazer na volta. Pois é a parte que eu mais gosto e cria-se aquela expectativa boa com novidades para o retorno, além de não gastar toda a sua energia de uma vez. Então na ida fizemos apenas uma parada durante a travessia em um enorme banco de areia chamada Barra do Peso onde acontece o encontro das águas do rio com o mar.

BARRA DO PESO CANAVIEIRAS
BARRA DO PESO

Logo após, seguimos direto até Canavieiras, o percurso total leva pouco mais de 1h, chegamos à cidade por volta das 11h e fomos conhecer a parte histórica.

ACESSO A PRAIA PELA CIDADE

A saber, Canavieiras é uma cidade bem rica em biodiversidade, tendo presente em seu território o encontro da Mata Atlântica, Manguezal e Restinga (praia), além de ser cortada por diversos rios entre os manguezais e cercada por ilhas.

centro histórico CANAVIEIRAS
CENTRO HISÓRICO

O centro histórico é muito charmoso, com ruas de pedra, casarões dos séculos XVIII e XIX onde funcionam lojas e restaurantes. Além disso, a Igreja e o prédio da Prefeitura são construções muito bonitas. Mas não chegamos a ir as praias devido o tempo, apenas ao acesso onde cortar caminho que os moradores costumam usar para ir à praia e também devido tempo curto, o retorno seria as 14h para o barco voltar e fazermos o passeio no manguezal.

entrada de CANAVIEIRAS
ENTRADA DA CIDADE

Passeio Manguezal, retorno

CANAVIEIRAS vista do barco
CANAVIEIRAS EM OUTRO ÂNGULO

A princípio o retorno leva mais tempo devido tempo de cada parada, em média 2h. Então paramos nos manguezais, também é possível tomar banho de lama quando a maré está bem seca, nesse dia já não estava tão legal, acabamos optando por não fazer.

ILHA DAS GARÇAS

Logo após, paramos na Ilha das Garças, muito procurada devido banco de areia, do banho em lama negra e para observar garças. Dessa forma, o tempo total do passeio leva em média de 4h e 5h, incluindo a ida e a volta.

MANGUEZAL
DICAS PARA TER FOTOS INCRÍVEIS VIAJANDO SOZINHA

Além disso, dentro de muitas passagens por dentro dos manguezais, passeio pelo rio Pardo, passamos e paramos em uma pequena comunidade chamada Campinhos, na qual a brincadeira das crianças é se divertirem tomando banho de rio e pulando do píer. Então é uma “vida simples”, mas regada de muita qualidade de vida em meio a natureza.

CAMPINHOS

Logo após, chegando a Belmonte, ficamos à beira rio, foi quando eu, Cintia a Nina voltamos para almoçar num restaurante chamado Taberna, na praça da Matriz, e finalizamos o dia apreciando pôr do sol de Belmonte, eu falo um pouco mais sobre ele no post O que você precisa conhecer em Belmonte BA.

PÔR DO SOL BELMONTE

SOBRE MEU NÍVER

Cintia, Beth e Nina Dog CANAVIEIRAS
CÍNTIA (AMIGA), NINA E EU

Escolhi há alguns anos que todo meu aniversário eu iria viajar, e assim foi por alguns anos e espero que seja pelo resto de minha vida.

Então poder celebrar um dia na qual vim ao mundo viajando e ainda ter oportunidade de estar conhecendo lugares incríveis, conquistando novas amizades que se tornam uma família para mim é algo impagável.

Aliás este roteiro com minha amiga Cintia foi algo memorável, pela companhia maravilhosa dela e pela experiência incrível de passar por dentro de diversos manguezais.

Gratidão!

Instagram: Beth Crisko | Nina Dog

___________________________________________________________________

CONTATO PASSEIOS BARCO BELMONTE / CANAVIEIRAS

Roteiros personalizados, valores a combinar conforme número de pessoas e destino.

Miguel/guia: (73) 99983-2541

Prado – BA
Roteiro Alternativo Caravelas Ba

Esse tour é uma opção de roteiro alternativo de um dia saindo da cidade de Prado em direção a Caravelas e Alcobaça. Então, dando sequência da Costa das Baleias, também feito com o guia da região, Pradinho. Além disso, estes passeios fiz de carro conhecendo 4 lugares em um único dia. Em Prado tem agências locais que oferecem pacotes diversificados, opções de vans e de ônibus. Mas este no caso recomendo ir com guia.

7 DICAS PARA VIAJAR MUITO BARATO PELO BRASIL

A princípio o roteiro alternativo com saída de Prado seria apenas Caravelas e Alcobaça. Mas como acabei cedo, ganhei tempo para conhecer outros dois lugares, resolvi me estender até Mucuri, onde fiz a parte central, as praias e a passarela ecológica.

Roteiro Alternativo Caravelas: placa da cidade

Roteiro Alternativo: 1ª Parada – Caravelas

Começamos o nosso roteiro alternativo às 6h em Prado com destino a Caravelas, distância de 25 km. 

Caravelas é uma cidade mais histórica, litorânea e banhada pelo rio de mesmo nome. As praias são parecidas, com areia de branca a dourada e águas claras, de onde partem as embarcações com destino a Abrolhos.

Roteiro Alternativo Portal da cidade de caravelas, globo.

Passamos no centro da cidade, pelo Portal de Caravelas, pelo Globo, onde tem algumas imagens e um letreiro. Desse modo, visitamos toda parte central, onde tem algumas igrejas e casarões de época, prefeitura, antiga estacão ferroviária, e alguns casarões ainda estão bem preservados. 

A cidade costumava ser uma espécie de metrópole da região, onde as pessoas iam para comprar as coisas. Atualmente o forte em Caravelas é o Parque Nacional Marinho de Abrolhos, onde os turistas costumam visitar para fazer os passeios, como mergulhos. Além disso, algumas agências oferecem opções em que se pode dormir no catamarã. 

Mas esse é um passeio que eu vou fazer no próximo ano, quero fazer o curso de mergulho. Uma vez que não é permitida a entrada de animais e dura uma semana, então eu preciso me programar.

Parque Nacional de Abrolhos

Fomos também nesse centro de visitação de Caravelas. A entrada é gratuita e a entrada de dogs é permitida, e Nina Dog foi muito bem recebida por lá. 

No centro de visitação a história do Parque Nacional de Abrolhos é contada através de imagens, réplicas. Aliás, tem uma réplica da maior baleia, a baleia azul, ainda são ministradas algumas palestras no local conforme número de pessoas.

Em uma das salas já é possível ver imagens em realidade virtual aumentada. Mas quando estive por lá não havia ninguém para poder assistir, acredito que precisa de número x de pessoas para usar.

Roteiro Alternativo: 2ª Parada – Alcobaça

Saímos de Caravelas por volta do meio-dia e partimos para a cidade vizinha e também a nossa próxima parada, Alcobaça, a 60 km de distância.

Aliás, é outra cidade recheada de memórias, Alcobaça se apresenta sua história arraigada na sua arquitetura. Assim como nas ruas do centro, onde os blocos de concreto em formato hexagonal caracterizam os pavimentos, dando um charme a mais ao município.

Roteiro Alternativo: igreja de Alcobaça

Ainda no centro, podemos ver as construções típicas do estilo barroco, que remetem ao século XIX, prefeitura, casarões e sobrados que anteriormente serviam de prisões, senzalas ou edifícios públicos.

 A proteção dessas construções foi recomendada pelo Instituto do Patrimônio Cultural do estado da Bahia (IPAC-BA). Um dos pontos turísticos da cidade é o farol, que fica bem no início da cidade.

A Praça da Caixa D’Água, uma praça central cujo nome se dá devido a uma caixa d’água, construída para suprir a emissão municipal de água potável.

O patrimônio cultural, além das edificações, é constituído das expressões folclóricas, destacando-se a luta dos mouros e cristãos, conhecida como cavalhada ou marujada, nos dias 19 e 20 de janeiro; bem como o auge dessa festa no dia 20 de janeiro, denominada festa de São Sebastião.

Roteiro Alternativo: Parada bônus – Mucuri

Roteiro Alternativo: praia em Mucuri

 Depois de almoçar em Alcobaça, eu acabei me estendendo até Mucuri, que fica a 137 km de distância. Mucuri é um município litorâneo, sendo o limite sul da Bahia, então faz fronteira com os estados do Espírito Santo e de Minas Gerais. Eu já havia pesquisado sobre o município, e lá tem umas falésias muito bonitas. 

Porém, a cidade é grande e as falésias da Costa Dourada, além de serem afastadas da região central, são palco de um fenômeno natural que acontece bem cedo pela manhã, quando o sol nasce e a luz incide, deixando tudo dourado.

Roteiro Alternativo Praia em Mucuri

Por esses motivos, e por conta de Mucuri já ser bem perto do estado do Espírito Santo, então eu achei melhor fazer a parte central da cidade, fui à praia da Barra, também na trilha da passarela ecológica, e voltar depois para fazer esse passeio com mais tempo.

Passarela Ecológica Gigica: uma trilha de duas horas que é uma passagem antiga dos pescadores ao mar, tendo se tornado uma atração eco turística muito interessante, já que acompanhamos a transição do mangue até o mar. 

Além disso, a cada 20 m da passarela, temos uma placa de madeira contando histórias locais em forma de quadrinhos, sendo 16 placas ao total, e 300 m de extensão da ponte rústica.

O nome Gigica é em homenagem a um pescador que se perdeu no mar por alguns dias e ainda assim sobreviveu. No fim da passarela é possível caminhar numa trilha por entre recifes, chegando até a praia e um pequeno manguezal. 

Passamos depois pela margem esquerda do rio Mucuri até a praia de mar aberto, depois a praia do rio e continuamos seguindo a margem até voltar à passarela.

Voltando para Prado

Retornando para Prado, para finalizar esse roteiro recheado de história, belas paisagens e uma trilha com bastante conexão com a natureza, o dia não poderia acabar melhor do que com um pôr do sol espetacular, ainda na estrada.

Roteiro Alternativo Por do Sol em Mucuri

_____________________________________________________________________________

Guia em Prado: Pradinho / Contato: (73) 99984-5008)

Passeios em Prado e região personalizados, valores a combinar conforme roteiro e número de pessoas.

PRESERVE A NATUREZA, RECOLHA SEMPRE SEU LIXO

PRAIA EM PRADO | BARRA DO CAHY E PRAIA DO MOREIRA

Praia em Prado: Praia e Ponta do Moreira

Se você o leu o post do Circuito das Praias, vai perceber que eu já estive não só na praia da Ponta do Moreira, como também na praia da Barra do Cahy -BA.

Mas como foi rapidamente, para visitar e fazer o roteiro do circuito das praias, resolvi retornar para explorar as duas melhores praias que visitei em Prado.

Uma vez que nas duas praias existem trilhas, dá para aproveitar dois tipos de passeios em um único lugar, um lado praia e outro trilha. Além disso, é claro, fotografar, sempre ficar de olho na tábua de maré.

Praia em Prado: Praia e Ponta do Moreira

Praia em Prado: Praia e Ponta do Moreira

Uma vez que a maré baixa estava prevista para o meio-dia, esse roteiro começou um pouco mais tarde, saindo de Prado às 8h, com o guia local, Pradinho. Assim, são mais ou menos 40 km de distância da cidade de Prado, não fizemos paradas no caminho, e a nossa primeira parada foi na Ponta do Moreira.

Praia em Prado: Praia e Ponta do Moreira

Quando você chega de carro, de frente para a praia, ao lado direito tem uma trilha que dura aproximadamente 15 min até chegar embaixo na praia, e na parte de cima tem visual incrível do mirante. Descendo, logo numa curva tem o nome ‘Ponta do Moreira’, realmente uma ponta mesmo.

Praia em Prado: Praia e Ponta do Moreira

A maré naquele horário já estava baixando, então deu para desfrutar bastante e fazer umas fotos bem bacanas.

 Logo depois eu retornei pela trilha mesmo, o único jeito de ir pela praia é quando a maré estiver muito seca, por que tem muitas pedras. Caso contrário, não é aconselhado ir.

A Nina Dog ficou no carro com o guia, enquanto eu explorava o lado esquerdo. Na praia não tinha ninguém além de mim, e esse é o normal mesmo, a praia é bem deserta e não tem infraestrutura, nenhuma barraca. Assim, se a sua ideia for ficar por lá, é bom levar um cooler com água, bebidas e comidas. Depois de fazer algumas fotos, voltei para o carro.

Praia em Prado: Barra do Cahy 

  Primeira praia do Brasil

Praia em Prado: Barra do Cahy
Praia em Prado: Barra do Cahy  – a 1ª praia do Brasil

Saindo da praia do Moreira direto para a Barra do Cahy, que fica em Cumuruxatiba, a 18 km do centro, numa estrada não asfaltada entre as fazendas Glória e Cahy. Na fazenda Glória tem um acesso para a praia e um restaurante, que é o único que tem por ali. 

Praia em Prado: Barra do Cahy

Chegando na Barra do Cahy tem uma trilha a direita que vai até a Praia do Calambrião, com duração de 20 a 30 min, todas essas trilhas que eu estou mencionando são de fácil acesso, bem tranquilas, mas é bom se atentar ao horário por conta do sol. 

Tanto a trilha quanto a praia são lindas, e entre as duas praias tem um córrego onde o pessoal pode se banhar. Na praia tem várias árvores e sombra, mas também sem infraestrutura.

Voltando, almoçamos uma moqueca nesse restaurante da fazenda, o cardápio é bem legal, tem frutos do mar, bebidas e outras opções. Depois caminhamos por 10 minutos pelo lado esquerdo, onde tem o encontro do rio com o mar e algumas falésias muito bonitas no entorno.

Tem também um marco, foi colocada uma cruz e uma placa parecida com um pergaminho com os dizeres “primeira praia do Brasil”, o lugar tem águas claras e um ar paradisíaco, e após várias pesquisas estudiosos descobriram que o lugar descrito por Pero Vaz de Caminha na carta ao Rei de Portugal é a própria Barra do Cahy. 

O título foi recebido em 2017, e uma prova da veracidade é que se pode avistar o Monte Pasqual da praia facilmente, que segundo os registros, teria sido a primeira parte do território visto pela tripulação das Caravelas Portuguesas.

Um resumo da história…

Do Monte Pascoal e dos Parques Nacionais do Descobrimento é que vêm as nascentes do rio Cahy. E é isso o que torna as águas extremamente limpas e cristalinas, com poucas alterações do que foi visto pelos colonos. O mergulho é uma boa dica para aproveitar o rio.

A Foz do Rio Cahy recebeu esse nome por conta do cair da tarde daquele dia, 22 de abril de 1500, onde desembarcou a caravana capitaneada por Nicolau Coelho, e foi feito o contato com os indígenas tupiniquins. O Monte Pascoal, por sua vez, foi nomeado homenageando a semana de Páscoa. 

Por ali eu fiz algumas fotos, atravessei o rio e fui bem para o meio. Onde no encontro entre o rio e o mar tem um banco de areia. No entanto, é recomendável que você tenha bastante cuidado e vá apenas durante a maré baixa, já que na alta pode vir a ser perigoso e causar algum acidente.

Pôr do Sol em Prado e um cafezinho bem diferente

Pôr do sol no cais em Prado

Logo após sairmos da Barra do Cahy, retornamos para Prado ainda a tempo de ver o sol se pôr, de novo ali no cais da cidade. Certamente um espetáculo! Lá é cheio de maritacas, e elas fazem um balé em voo, mergulhando no ar, girando e cantando.

O café

Belo Café / Prado

Depois do pôr do sol, eu e a Nina fomos ao Belo Café, uma cafeteria bem charmosa e colorida, localizada no centro da cidade. Sua decoração une o retro à bela cultura nordestina. Unindo, desse modo, estampas em chita, enfeites de crochê com máquina de datilografar, vitrola. Além disso, há uma estante recheada de discos de vinil e um espaço destinado a apresentações, trazendo todo um encanto musical.

A gastronomia é bem apurada, sanduíches bem montados, doces e cafés muito gostosos, além de uma equipe super atenciosa. Ademais, o cardápio também é muito criativo e original, que é capa de vinil. O café não chega a ser pet friendly, pois não tem nada específico para isso ali. Mas seu pet é bem vindo a entrar com você.

_________________________________________________________

Guia Pradinho|Contato: (73) 99984-5008

  • Passeios em Prado e região personalizados, valores a combinar conforme roteiro e número de pessoas.

CORUMBAU, UM PRESENTE DA NATUREZA

A Reserva Extrativista Marinha do Corumbau é um distrito de Prado (42,7 km de distância), localizado no extremo sul da Bahia. Limitada a norte pela Praia do Espelho, município de Porto Seguro, e ao sul pela Praia das Ostras, em Prado. Comumente chamado só de Corumbau, o destino está incluído não só na Costa das Baleias, mas também na Costa do Descobrimento, tanto que na época em que eu fiz esse roteiro, fui por Caraíva até a Ponta do Corumbau.

CONHECENDO AS PRAIAS DE ARRAIAL D’ AJUDA E ALTO DAS FALÉSIAS EM 1 DIA

E por falar na Ponta do Corumbau, a praia é o destino ideal para os que curtem uma tranquilidade vinda do contato com a natureza e descanso. É uma praia de difícil acesso, dá para ir por dentro de Caraíva, de quadriciclo ou buggy, ou por fora, pela estrada.

7 DICAS PARA MULHERES VIAJANTES DE CARRO

Embora possua beleza extrema, com a areia branquinha, as águas em tom de azul turquesa e a riqueza da biodiversidade. Não há grandes hotéis, nem muitas barracas na praia, acaba não tendo tantos turistas. Então, caso você optar por ir fora de temporada, pode ser mais difícil de fechar os passeios por um preço mais em conta. Desse modo muitas pessoas optam por ir e voltar no mesmo dia, e muitos passeios são vendidos desse jeito.

Recomendo a Barraca de Praia do Galego, localizada perto do farol.

Praia do Galego Corumbau

2º e 3º dias: Acampamento + Praia de Corumbau

Saí de Prado no meu carro, com alguns amigos, com destino a Corumbau, parando no caminho para aproveitar a paisagem e fazer algumas fotos. Assim, no caminho, passamos por Cumuruxatiba, almoçamos lá. Depois que seguimos pela estrada, com vista para o Monte Pascoal, ainda vimos o por do sol no trajeto. Então acampamos na beira da praia numa barraca.

Nascer do Sol

Sol e Mar - Ponta do Corumbau

Chegamos a Corumbau no sábado, para pegar o nascer do sol, por volta das 5h da manhã. Aliás, como eu disse antes, já havia ido a Corumbau por fazer parte da Costa do Descobrimento. Entretanto fui bem rápido, e o lugar merece uma viagem mais completa, com um pouco mais de tempo. 

Ainda assim, acabei não fazendo o mergulho. Pois quando fomos a maré estava muito mexida, e com a água turva não dá para aproveitar muito o passeio.

VOCÊ SABE USAR A TÁBUA DE MARÉS?

PONTA DO CORUMBAU

Ponta do Corumbau BA

Então, depois do nascer do sol, fomos para a parte do outro lado, nas falésias. Seguido da Ponta do Corumbau, onde ficamos curtindo a tranquilidade da praia e também aproveitei os cenários maravilhosos para fazer algumas fotos

PRESERVE A NATUREZA, RECOLHA SEMPRE SEU LIXO.




O BRASIL RENASCE ONDE NASCE

Se acaso um roteiro sossegado e tropical é tudo o que você quer, numa região cercada por palmeiras e falésias. Então o Circuito das Praias em Prado – BA é perfeito para você. Sendo assim ideal para levar a família, os amigos e o melhor, totalmente liberado para o seu dog curtir junto.

Assim, o nosso circuito começa em Prado, as 5h30 da manhã, com a companhia da Nina e conduzido pelo Pradinho, guia particular da região, que costuma fazer roteiros personalizados e alternativos. Desse modo, fomos parando nas praias, onde eu curti um pouco a paisagem e aproveitei o cenário belíssimo para fazer algumas fotos. Logo depois pretendo curtir a orla num outro dia com mais calma.

Até Cumuruxatiba são 32 km, foi lá onde almoçamos e retornamos para Prado por volta de 16 h. O caminho é certamente paradisíaco, com algumas praias com pouquíssimas ou até mesmo nenhuma pessoa. Por isso, uma dica é encher o tanque do carro antes desse passeio, já que não tem muitos postos de gasolina no trajeto.

7 DICAS PARA VIAJAR MUITO BARATO PELO BRASIL

Prado

Situada exatamente na fronteira entre a Costa do Descobrimento e a Costa das Baleias, Prado tem registrado em sua história o primeiro contato entre os índios e a esquadra de Pedro Álvares Cabral, na foz do rio Cahy, antes de chegar a Porto Seguro.

Então, a cidade onde Cabral descobriu esse paraíso de praias espetaculares!

Com 84 km de praias semi-virgens, Prado está situado no extremo sul da Bahia e, além disso, é famoso pelo seu cenário paradisíaco e pelo sossego, sem aquela agitação de lugares mais badalados. Ademais, foi aqui que Cabral avistou o Monte Pascoal. Hospedagem? Conta com boa infraestrutura, total tranquilidade, diversos opções de passeios e lazer para todos os públicos, incluindo casais e famílias e pousadas que aceitam seu dog também.

Assim, as belezas naturais que se concentram em Prado dispensam maiores apresentações. Para os que desejam relaxar, suas lindas praias, o mar de águas mornas, as piscinas naturais, o sol quente e a brisa suave proporcionam ao turista a sensação de paz e tranquilidade.

Circuito das Praias: Novo Prado

Uma praia que possui infraestrutura, onde as barracas de praia oferecem sombra e conforto aos visitantes, mas apesar disso bom para desfrutar de alguma tranquilidade. Bem centralizada e próxima as pousadas, hotéis, restaurantes, ideal para toda família.

Praia de Guaratiba

Ainda em Prado, apesar de ser um pouco afastada da cidade, tem um bairro e um balneário que levam o mesmo nome. Uma praia limpa e tranquila, com uma vista linda, mas sem tanta infraestrutura. Então no caso de passar mais tempo por aqui é bom levar algo para comer.

Praia do Farol

Uma praia mais famosa e turística, que além disso oferece uma infraestrutura com calçadão, pousadas, bares e quiosques, acaba sendo a praia mais visitada de Alcobaça, com vários coqueiros, é um bom lugar para passear com as crianças e dogs, além de render boas fotos.

Praia de Nova Viçosa – Envolta pela natureza e bastante tranquila, com areia bem branquinha, e água morna no período de julho, época em que as baleias jubartes fazem suas aparições.

Circuito das Praias: Alto das falésias

Circuito das Praias: Alto das falésias

Certamente uma parada obrigatória para curtir aquele visual que só Prado proporciona do alto das falésias, um contraste com a areia branquinha no alto das falésias, embaixo cor alaranjada das mesmas, azul do mar e o verde dos coqueiros.

E ali você fica pode contemplar por muito tempo essa beleza.

Circuito das Praias: Praia das Ostras

Circuito das Praias: Praia das Ostras

Uma praia tranquila, com areia dourada e fina, águas calmas, mornas e transparentes, onde as águas dos Rio das Ostras deságua formando piscinas naturais. E além disso, para completar as paisagem, temos a vista dos precipícios a esquerda, junto a vegetação que envolve e emoldura a praia num visual rústico e paradisíaco. É uma praia de fácil acesso por uma estrada de terra, mas também sem infraestrutura para turistas.

Praia da Paixão

Circuito das Praias: Praia da Paixão

De fácil acesso, com infraestrutura e também ótima para as crianças e seus cães brincarem na grande extensão da areia ou nas piscinas naturais formadas pelo riacho da Paixão, que deságua na praia. Ademais, as águas são rasas, calmas e morninhas, areia branca e fina, a paisagem se completa com os recifes e os despenhadeiros ao redor.

Praia do Tororão

De fácil acesso, possui um restaurante na parte de cima da praia com uma visão privilegiada, e além disso, embaixo com a maré baixa pode-se aproveitar com segurança e tranquilidade que a beleza natural da praia proporciona.

Ademais, temos uma queda d’água refrescante, com cerca de 3 metros de altura que “brota” em meio as falésias.

Circuito das Praias: Japará Grande

Circuito das Praias: Japará Grande

Deserta e sem infraestrutura, mas uma amostra completa dos ecossistemas, com recifes, manguezal, trechos de mata atlântica, falésias e um pequeno rio que desagua no mar. Perfeita para passar o dia. Possui apenas um restaurante no local, caso queiram atravessar o rio é cobrado uma taxa de R$5,00 por pessoa, e com maré baixa ou quem sabe nadar bem, consegue atravessar tranquilamente.

Praia da Ponta do Moreira

Circuito das Praias: Praia da Ponta do Moreira

Uma pequena baía com formato de ferradura, contornada por coqueiros e despenhadeiros, adequada para banho em todas as marés, ao lado direito você faz uma pequena caminhada até na parte de baixo bem na ponta, e do outro lado um pouco mais deserta mas ambas com a beleza singular, com maré baixa aproveita-se o dia inteiro. Recomendável levar bebidas, lanche, pois não há infraestrutura no local, e sempre lembrar de recolher seu lixo, claro.

Praia de Cumuruxatiba

A vila de Cumuruxatiba, a 32 km de Prado, é um dos pontos mais procurados por brasileiros e estrangeiros que buscam tranquilidade em suas deslumbrantes praias de natureza exótica, então faz parte do circuito das praias.


Cumuruxatiba em si é um arraial simples, mas logo na entrada tem o Rio Cumuruxatiba formando uma piscina natural. Onde algumas pessoas gostam de nadar ou apenas mergulhar para tirar o sal.

Circuito das Praias: Barra do Cahy

Circuito das Praias: Barra do Cahy

O acesso pode ser feito pela areia com maré baixa (vindo de Cumuruxatiba), de barco ou ainda de carro até a fazenda Glória que é o único acesso para a praia e que possui restaurante.

Chegando na fazenda Glória tem opção de fazer uma trilha que vai até a Praia do Calambrião, com duração de 20 a 30 min.

Tanto a trilha quanto a praia são lindas, e entre as duas praias tem um córrego onde o pessoal pode se banhar. Na praia possui várias árvores e sombra, mas também sem infraestrutura.

A fim de sinalizar e informar, foi instalado na praia uma cruz e uma placa semelhante a um pergaminho, na placa está escrito trecho da carta de Pero Vaz de Caminha que descreve, segundo os pesquisadores, a praia de Barra do Cahy.

É oficialmente considerada a primeira praia do Brasil desde 2017, lugar perfeito pra passar o dia. E se acaso quiser pernoitar, o local oferece local para você acampar (paga conforme número de pessoas, e quantidade de dias a combinar).

______________________________________________________________________________

Guia Pradinho /contato: (73) 99984-5008)

Passeios em Prado e região personalizados, valores a combinar conforme roteiro e número de pessoas.

PRESERVE A NATUREZA, RECOLHA SEMPRE SEU LIXO

NOS SIGA NO INSTAGRAM: BETH CRISKO | NINA DOG

Prado – BA

Praia é tudo de bom! E este é um daqueles dias que eu tiro para mim, especialmente para curtir o local que mais gostei de todos visitados. E assim explorar o lugar, além da melhor companhia que é a Nina, deixar ela se divertir, correr na areia e ficar de bobeira.

Praias em Prado BA

Aliás, foi para isso que voltamos às praias que eu mais gostei, nesse caso a Praia da Paixão e a Praia do Tororão, que ficam localizadas a 12 km do centro de Prado.

ROTEIRO ALTERNATIVO DE UM DIA EM PRADO BA

PRAIA DO TORORÃO (PRADO BA)

Praia do Tororão Nina Dog

A praia do Tororão é uma das mais belas praias de Prado fica a alguns quilômetros da cidade e o acesso é feito por uma estrada de chão. Além disso, o local tem uma das mais lindas paisagens da Bahia com um deck, coqueiros e vegetação rasteira.

 O acesso ao mar é feito pelas falésias impressionantes que rodeiam a praia. Assim, durante a maré baixa é indicado fazer caminhadas na areia e apreciar recifes e pequenas piscinas artificiais.

O grande destaque da Praia do Tororão é a água de um rio que deságua pela falésia, formando uma incrível cascata de água doce em direção ao mar que é calmo e de ondas médias. Desse modo, o local é ideal para levar os familiares para um lindo passeio.

Por fim, da praia é possível ter uma visão paradisíaca das falésias e os amantes da fotografia podem encontrar milhares de pequenos milagres naturais.

PRAIA DA PAIXÃO

Praia da Paixão

Situada próxima a uma grande falésia, essa é uma praia de fácil acesso, rodeada de coqueiros e um pequeno riacho que deságua na praia. Além disso, também há um mirante no alto das falésias, onde os turistas apreciam a paisagem.

O local possui recifes que criam lindas piscinas naturais para os visitantes, as águas do mar são calmas e claras com areias brancas e finas. Dessa forma, eu recomendo sempre ver a tábua de maré e ir com maré baixa, principalmente em praias como esta com corais.

Beth na praia Prado BA

Enfim, relaxar, deixar o vento correr pelos cabelos e o sol tocar a pele,  ouvir e apreciar o som do mar, a brisa fresquinha acariciando o rosto… Respirar fundo, sentindo a natureza encher os pulmões com a beleza da renovação, enquanto o sal e o mar curam os estresses cotidianos, ser feliz. Pois todo mundo merece desfrutar um tempo nesse pedacinho de paraíso.

PRESERVE A NATUREZA, RECOLHA SEMPRE SEU LIXO.

Chapada Diamantina – BA
Placa Andaraí BA

Quem acompanha meus roteiros já sabe que a Chapada Diamantina mora no meu coração, e como já fui algumas vezes, fiz muitas amizades por lá também. De fato, é um lugar com uma energia surreal, as pessoas muito acolhedoras, e é onde eu sempre volto para recarregar minhas energias, e saio sempre com a vontade de retornar. Então, desta vez fui retornando à casa de amigos, na cidade de Andaraí – BA.

Andaraí é um município antigo localizado na região central do Parque Nacional da Chapada Diamantina, que reúne uma arquitetura com prédios da metade do século XIX a uma espécie de paraíso natural. Assim, conta com cachoeiras, rio, praias e o típico estilo rústico e encantador que atrai tantos turistas à Chapada Diamantina.

A cidade fica a 100 km de distância de Lençóis e 43 km de Igatu e tem cerca de 15 mil habitantes. Além disso, é conhecida pelo garimpo e pela grande quantidade de cachoeiras em seu entorno, além de ser banhada pelo rio Paraguaçu.

Rua de Andaraí BA

Cachoeira Do Bocório

Beth na  Cachoeira Do Bocório Andaraí BA

Apesar de ser um ponto turístico um pouco desconhecido de Andaraí, a Cachoeira Bocório fica a cerca de 50 min do centro da cidade. Em suma para chegar até lá fazemos uma trilha de nível fácil, com duração de 40 min seguindo pela mesma trilha que vai para a cachoeira das Três Barras II, por rochas e vegetação.

A cachoeira não é tão grande, mas o lugar é lindo e por não ser uma atração tão famosa, não tem tanta gente e dá para curtir bastante. Geralmente vai com um guia, mas fui com alguns amigos. Aliás, dizem que o nome da cachoeira é Bocório por conta de um garimpeiro de mesmo nome que atuava nessa área.

Rio Paraguaçu

Rio Paraguaçu

Na volta passei pelo rio Paraguaçu, que fica pertinho do centro de Andaraí. O lugar se chama praião por conta da grande quantidade de areia presente. E apesar de não ser tão vendido turisticamente, é uma opção incrível tanto para banho quanto para fotografar.

Mirante de Andaraí – BA

Mirante de Andaraí

Para fechar o dia com chave de ouro, quando saí do rio Paraguaçu fui ao mirante de Andaraí. E então assisti a um espetáculo natural de cores e luz durante o pôr do sol.

Andaraí

Em síntese é um lugar fantástico, eu particularmente amo a Chapada Diamantina e seus encantos, e quem for a Chapada, não deixe de conhecer Andaraí.

PRESERVE A NATUREZA, RECOLHA SEMPRE SEU LIXO!

PARA MAIS SOBRE A CHAPADA DIAMANTINA, SIGA O INSTAGRAM!

Curiosidades que você vai encontrar ao longo da praia

Hoje resolvi fazer um Tour pela Praia de Coroa Vermelha, em Santa Cruz Cabrália – BA. Chegar até a praia foi muito fácil, já que estou hospedada a convite na Pousada Vila Aconchego, fica a 30 metros da praia, e só atravessar a rua e ir curtir a praia!

Sai andando pela praia para conhecer seus encantos e curiosidades de ponta a ponta. Assim, nessa caminhada, pude conhecer a diversidade de serviços oferecidos pelos vendedores ambulantes até nativos oferecendo passeios de Caiaque.

7 DICAS PARA VIAJAR MUITO BARATO PELO BRASIL

A PRAIA DE COROA VERMELHA

A Coroa Vermelha é uma das praias mais procuradas pelos turistas. Tanto pela sua beleza e infraestrutura quanto pelo seu peso histórico, já que foi nessa praia que provavelmente Pedro Álvares Cabral desembarcou e celebrada a primeira missa em território brasileiro.

A praia possui areias brancas e águas rasas, ademais o mar calmo e com poucas ondas é propício para prática de mergulho e também para as crianças e pessoas que não sabem nadar, além de formar piscinas naturais durante a maré baixa.

Possui uma boa infraestrutura de barracas, hotéis, lojinhas de artesanato, passeios e vendedores ambulantes. E foi certamente nessa parte que mais me deliciei vendo os artesanatos e serviços oferecidos.

BRONZEAMENTO / JET BRONZE

BRONZEAMENTO / JET BRONZE - PRAIA DE COROA VERMELHA

Durante minha caminhada encontrei com um vendedor ambulante chamado Taipó com seu negócio próprio chamado Jet Bronze, que então oferecia bronzeamento com jato natural de óleo de coco, canela, entre outros. Achei super interessante e certamente resolvi experimentar.

A sessão é super rápida feita com o jato em uma espécie da cabine, custa entre R$15,00 a R$25,00, uma vez que depende da quantidade de pessoas que estiver junto, ele oferece um desconto.

Você faz o jato e sai caminhando no sol para ficar com “ aquele bronze”, desse modo, segundo Taipó pode durar até 3 meses depende de quantos sessões você realizar.

  • Contato Taipó Jet Bronze: (73)991384778

GELADINHO GOURMET

GELADINHO GOURMET - PRAIA DE COROA VERMELHA

Além disso, outra coisa que me chamou bastante atenção foi ver um casal vendendo geladinho gourmet em uma bicicleta decorada. Eles oferecem os geladinhos gourmet com cardápio variado ao longo de toda a praia nas mesas que ficam na areia. No calorzão sempre é bem-vindo um geladinho. Certamente vale a pena experimentar, deliciosos demais!

PASSEIOS DE CAIAQUE

PASSEIOS DE CAIAQUE - PRAIA DE COROA VERMELHA

Na praia é bem comum vermos índios nativos vendendo artesanatos e serviços por lá, e o que inegavelmente mais me interessou foram os passeios de caiaque oferecidos por eles.

Esse passeio é uma sugestão alternativa, acessível e cheia de belezas, para aqueles que querem inovar e ir além do dia de praia convencional na Coroa Vermelha. Assim, são oferecidos diversos passeios de caiaque ao longo da praia. De todos que experimentei e que recomendo é o passeio de Daniel, da barraca Sun Beach, já que ele faz um passeio de caiaque com mergulho por entre os recifes das piscinas naturais.

No caiaque temos duas opções, uma com ele remando, caso você esteja sozinho, ou puxar alguém atrás também, ou a outra é você remar sozinho.

Ele cobra o aluguel do caiaque por pessoa, a cada 30 min são R$ 25, e meia hora certamente é um tempo bom, o suficiente para chegar até o lugar do mergulho, que fica a alguns metros da praia, mergulhar e voltar.

BETH E NINA DOG CURTINDO EM COROA VERMELHA - BA

Eu fiz essa programação entre as 8h30mint e as 10h, e recomendo mesmo que seja no máximo até essa hora da manhã, já que depois disso a maré começa a encher e sol vai ficando mais intenso. Esse é um roteiro pet friendly, a Nina me acompanhou durante o passeio e o mergulho.

VOCÊ SABE USAR A TÁBUA DE MARÉS?

Esse roteiro parece simples, e pode até não ser muito atrativo para a maioria que passa pela praia. Mas me surpreendi e gostei demais, fui cedinho, então não tinha muito movimento. Além disso a praia é bem calma, a maré estava baixa e dava para ver vários peixinhos. O que ajudou bastante também foi o conhecimento do Daniel sobre animais, ele é de uma aldeia indígena. Assim, ele partiu um ouriço no meio para alimentar os peixes, então eles apareceram em algumas fotos rsrs.

Indico levar sua própria máscara de mergulho, mas caso esqueça, eles possuem para alugar. Por fim, também recomendo para quem não está acostumado ou nunca fez esse tipo de passeio, que use sapatos de borracha, tipo crocs, para não machucar os pés.

Confira o passeio de caiaque completo na Praia de Coroa Vermelha no link abaixo:

COMO CHEGAR À PRAIA DE COROA VERMELHA

A praia fica localizada a cerca de 8 Km do Centro de Santa Cruz Cabrália, e cerca de 15 Km de Porto Seguro.

PRESERVE A NATUREZA, RECOLHA SEMPRE SEU LIXO!

NOS SIGA NO INSTAGRAM: BETH CRISKO | NINA DOG

Este é mais um roteiro bem alternativo que eu curto fazer, e além disso foram os nativos que me indicaram em Santa Cruz de Cabrália. Mas na verdade é um roteiro 2 em 1 rsrs, são dois lugares separados que envolvem o rio João de Tiba. E com o fim de curtir os dois com mais tranquilidade, o passeio foi dividido em manhã e tarde.

7 DICAS PARA VIAJAR MUITO BARATO PELO BRASIL

Boca do Rio (manhã)

Roteiro bem alternativo: Boca do Rio (manhã)

Assim que saí da Vila Aconchego, atravessei a rua e caminhei um pouco na praia, até chegar à Boca do Rio dá entre 20 min e 30 min. O lugar é um encontro do rio João de Tiba com o mar, e fica na Praia de Coroa Vermelha. Antes de ir, eu recomendo que você confira se a maré está baixa na tábua de marés (eu indico o site Climatempo), porque quando a maré enche, o nível do rio sobe e não dá para atravessar se você quiser ir até a outra parte. Em contrapartida, lá não tem nenhum barzinho ou barracas, sem infraestrutura para turistas, por perto só tem algumas casas de moradores mesmo. Então a programação é curtir o lugar, tomar banho, fazer umas fotos… Se você for ficar mais tempo, é bom levar água e alguns snacks.

Roteiro bem alternativo: Almoço no Katespero Restaurante

Logo após a praia, voltei para a pousada, me organizei e saí para almoçar. E então encontrei esse restaurante e resolvi indicar aqui por ter gostado mesmo, ele é simples, com bom atendimento, arrumadinho e vende Buffet livre com um preço legal.

Mirante Ai Que Lindo (tarde)

roteiro bem alternativo - Mirante Ai Que Lindo (tarde)

Depois do almoço, um pouco mais tarde, fui ao Mirante Ai Que Lindo, que fica na João de Tiba, nº 56, na mesma direção que a fazenda Mãe Tereza.

Santa Cruz de Cabrália é divida em duas partes – Cabrália Nova e Cabrália. Aliás, essa última é onde fica o centro, o letreiro, a balsa, e o mirante, inclusive, que tem vista para o rio João de Tiba, vegetação nativa e a balsa.

O lugar é certamente único, tem uma vista panorâmica espetacular, que mostra o encontro do rio com o mar.

Além disso, no fim da rua há uma pracinha bem pitoresca, limpa e bonita, um ótimo lugar para fazer umas fotos e curtir o pôr do sol. Vale a pena ir conhecer este lugar tão singular.

Do mirante consegue-se avistar boa parte do Rio João Tiba, onde também há passeios de barco por ele.

PRESERVE A NATUREZA, RECOLHA SEMPRE SEU LIXO!

NOS SIGA NO INSTAGRAM: BETH CRISKO | NINA DOG