Um turismo com uma cultura sagrada

Ainda em Santa Cruz de Cabrália, saí da pousada Vila Aconchego, fica super perto da aldeia, em média 15 minutos a pé. E se acaso você precisar ir de transporte, não estiver com automóvel, a pousada oferece alguns contatos de translado para os roteiros.

Além disso o aeroporto que fica a 17 km de distância da pousada, e também tem rotas de ônibus que passam bem perto de lá e tem uber na cidade. Mas caso prefira ter um pouco mais de liberdade no transporte e tiver interesse, existe a alternativa de alugar um veículo com a Rentalcars.

Visita à aldeia Txag’ru Mirawê, da tribo Pataxó

Visita à aldeia Txag’ru Mirawê, da tribo Pataxó

Localizada em Santa Cruz de Cabrália – BA, a aldeia traz um resgate das tradições culturais pelos descendentes de indígenas, eles estão abertos para a visitação há cerca de 3 anos. Eles frequentam escolas comuns, compram roupas, acessam a internet, ou seja, fazem uso das possibilidades da sociedade atual. A aldeia é o trabalho deles, onde muitos adultos, jovens e crianças passam o dia desenvolvendo esse projeto de valorização a cultura que faz parte do brasileiro, não só nos livros de história, mas da realidade do nosso país.

7 DICAS PARA VIAJAR MUITO BARATO PELO BRASIL

Visita à aldeia Txag’ru Mirawê, da tribo Pataxó

Durante a visitação todos eles usam trajes típicos, e falam um pouco sobre a aldeia e algumas curiosidades. Além disso, é feita uma pequena trilha pelo lugar, dura cerca de 1h30, e é onde são mostrados diversos aspectos e costumes, vimos as ocas, a vegetação e algumas plantas medicinais e são contadas algumas histórias sobre como era no passado em relação à caça, pesca. Ademais, tem a caixinha de colaboração, onde visitante decide o valor com que pode colaborar, o artesanato vendido lá garante parte da renda das famílias.

Artesanatos vendidos no local da aldeia (imagem cedida pela tribo)
Artesanatos com produtos naturais (imagem cedida pela tribo)

Eles fazem algumas danças, os visitantes podem dançar junto se acaso quiserem também, e eles realizam alguns casamentos e festivais próprios. Mas desta vez não teve, mas me mostraram algumas fotos de quando houve a cerimônia.

PINTURA FACIAL

 PINTURA FACIAL NA ALDEIA

A pintura facial é algo que achei muito interessante sobre a cultura local, porque é uma identidade que se dá de forma artística e mostra traços de quem usa. Por exemplo estado civil, força, entre outras coisas, e é feita com ingredientes naturais, como argila e carvão.

 PINTURA FACIAL NA ALDEIA

Uma vez que a visita estava quase acabando, eles fizeram uma dança de agradecimento e uma pintura no meu rosto, eu fiquei muito grata com a receptividade. Algo que eu pude perceber e me agradou muito durante essa visita foi ver o nível de preservação cultural, é um lugar com bastante história, e, apesar de toda a interferência trazida pela tecnologia e o contato com culturas diferentes, eles buscam usar isso da melhor forma possível e mantendo a própria tradição.

NA ALDEIA DESTACA-SE:

  • TURISMO
  • ETNIA PATAXÓ
  • VIDA NA MATA
  • DANÇA
  • COMIDAS E BEBIDAS TÍPICAS
  • HISTÓRIA DE NOSSO POVO
  • CASAMENTO E NOSSOS JOGOS

SIGAM E CONHEÇAM A ALDEIA ATRAVÉS DO INSTAGRAM

PRESERVE A NATUREZA, RECOLHA SEMPRE SEU LIXO!

Autor

Escreva um Comentário